18 and 20 of July 2019 – Idanha a Nova – Monsanto: International Congress of Eco-Regions

The Congress will be held within the context of the “Fórum Internacional Territórios Relevantes para Sistemas Alimentares Sustentáveis”.

Fórum Internacional Territórios Relevantes para Sistemas Alimentares Sustentáveis

Idanha-a-Nova, Portugal

17 a 21 de julho de 2019

Enquadramento

A alimentação está no centro do debate sobre a sustentabilidade no mundo. Não será possível alcançar a maioria dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e fornecer uma alimentação saudável à população mundial sem ter em conta os recursos naturais do planeta.

O sistema alimentar mundial precisa, assim, de uma urgente transição. Esta afirma-se no sentido da promoção ativa de sistemas alimentares territoriais baseados na agricultura familiar, em modos de produção sustentáveis que promovam a biodiversidade, os conhecimentos tradicionais e as dietas saudáveis. Esta mudança é tanto mais urgente quanto mais se acentuam os impactos das alterações climáticas que têm atingido também os Estados- Membros da da Comunidade de Países de Língua Portuguesa[1], sendo Moçambique o exemplo dramático mais recente[2].

Diante deste contexto, o Fórum Internacional Territórios Relevantes para Sistemas Alimentares Sustentáveis, que decorrerá entre 17 e 21 de julho de 2019, em Portugal, no Município de Idanha-a-Nova, surge como resposta política capaz de articular de forma coerente diversos atores e iniciativas para a promoção dessa transição a nível territorial na CPLP e em outras regiões.

O Fórum será um espaço plural que abrigará um conjunto de discussões metodologicamente interligadas (inovação, bio-regiões, Sistemas Importantes do Património Agrícola Mundial e políticas públicas locais), a partir das quais se pretende obter recomendações políticas e conhecimentos para a construção e implementação de uma abordagem coordenada para a promoção de sistemas e dietas sustentáveis no quadro da Estratégia de Segurança Alimentar e Nutricional da CPLP, da Década da Agricultura Familiar e dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

O tema da Agroecologia será central no Fórum. Esta centralidade será fundamental para que os seus resultados sejam apropriáveis em distintos contextos territoriais. Para o efeito serão envolvidos nas diferentes discussões visando uma abordagem coordenada a nível global, produtores de alimentos e representantes de diversos territórios e Estados-Membros da Comunidade de Países de Língua Portuguesa[3], do Mercosul e da Comunidade de Estados Ibero-americanos.  O evento tem o apoio da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e é organizado pelo Município de Idanha-a-Nova em Portugal, pelo Mecanismo para a Facilitação da Participação da Sociedade Civil no CONSAN-CPLP, pela Rede Internacional para as Bio-Regiões, Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural de Portugal e Secretariado Executivo da CPLP. O programa provisório é apresentado em seguida.


[1] Os Estados-Membros da CPLP estão presentes em quatro continentes e são Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste.

[2] A atividade “Promoção de dietas sustentáveis” está incluída no Plano de Trabalho 2018-2020 do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional da CPLP (CONSAN-CPLP), no âmbito da implementação da Estratégia de Segurança Alimentar e Nutricional da CPLP, aprovado na 2ª Reunião Ordinária do CONSAN-CPLP, em julho de 2018, e será implementada entre 2019 e 2020 tendo em conta as recomendações e conclusões do Fórum.

[3] Os Estados-Membros da CPLP estão presentes em quatro continentes e são Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste.